domingo, 8 de novembro de 2009

Versos de Falópio - O homem do domingo


Muito contente, aceitei o convite de publicar no mais que famoso blog "Versos de Falópio".
Entre grandes escritoras, que possuo muita admiração, deixo minha pequena participação dentre do que há de mais poético nos dias de hoje.
Estar ao lado dessas mulheres, sem falsa modéstia, não é pra qualquer um.


a poesia:


Canto.Merovíngio.

Nessa jornada
por este caos
guerra no Iraque
guerrilha na Colômbia
helicópteros caindo

e eu nem aí

para o bloqueio
espacial promovido
pelos E.T.s
parentes próximos
daquele lá dos
sargentos nervosos
de varginha

quem sabe ali

estou mais
preocupado
com a fruta doce
da sua boca
da música
cambaleante
de seu sorriso

o doce mel
de sua saliva
do romance
de seus olhos
um facto
exonerante
para aqueles
pensamentos
maltrantes em
final de noite

aqui

enquanto isso
neruda tira
perde as botas
ao saber de
sua existência
mas eu
eu já estou
descalço a ti





o blog
www.versosdefalopio.blogspot.com

a poesia
www.versosdefalopio.blogspot.com/2009/11/entre-elas-rogerio-saraiva.html

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Da série: Hai Caqui - Primavera


.
.

Nunca verão
Inverno de amor
Sem outono desilusão

.

.



Rogério Saraiva

(foto: Akira Kurosowa, the dreams)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Adália, sátira a Alphonsus Guimaraens

Quando Adália enlouqueceu
Pôs-se na laje a sonhar...
Viu uma nuvem no céu
Viu outra no mar


No sonho em que se meteu
Banhou-se toda a se sujar
Queria descer do céu
Andar sob o mar...


E na loucura sua
Na laje pôs-se a berrar
Estava perto de Deus
E tão longe do mar...


As asas que Deus lhe deu
Arrancou a ufanar...
Sua alma caiu do céu,
Com nadadeiras para nadar.




Rogério Saraiva

sábado, 5 de setembro de 2009

Os Maricas Federico Lorca! Os Maricas!


Poesia é a extensão do poeta; às vezes se fala pouco,
outras se fala muito, de loucuras, romances, dores, alegrias, lutas.
Apesar disso, nunca pretendi falar diretamente de mim,
autor desse surreal matemático blog. Alguém que me conhece
poderia dizer "mesmo não fumando, acenda um cigarro e fume",
mas não, danço com um sorriso no rosto em cima da sepultura da felicidade,
pois a tristeza que o mundo sente, não terá mais conflitos proeminentes.
Lembro-me dos escritos daqueles poetas, das farsas e fossas;
Das verdades condicionais da religião que foi vomitada em mim;
De como somos estuprados todos os dias.
Somos todos maricas Walt Whitman, todos maricas!
No Carnaval fora de época na Sibéria.
Maricas mergulhados na liberdade de sua própria prisão.
Somos órbitas bêbadas indo embora pra casa!
O poeta não é nada mais que a extensão de sua poesia.





Rogério Saraiva
imagem: Antônio Guijarro Moraes

quinta-feira, 9 de julho de 2009

hfpgc

Paraísos se
transformam
em ti
Sorriso alelo
do composto
químico
da geometria
que começa ali
Aqui espero
no descompasso
de ruas e
avenidas becos
e saídas
Todas levam
alguma coisa
que não está
aqui quem
sabe aí
Ninguém sabe
todos sabem
muitos medos
eu me encon-
tro em ti.



Rogério Saraiva

segunda-feira, 6 de julho de 2009

cvcbpgc

esse jeito moleca

de menina doce

verão do pecado

brisa forte do

mar do frio

em noite estrela-

da. Mata-me,

com este sorriso

belo velho e

o novo que me

deixa envergonhado.




Rogério Saraiva

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Entrevista ao blog "Born To Lose"



Meus amigos,


tenho o prazer de lhes enviar o link do blog "Born To Lose" de Carlos Inácio. Mestre em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), é um estudioso da sociedade e da arte. Além de contePOrrâneo, começou sua vida artística em Ponte Nova. Hoje está ao mundo, fazendo de seu blog um interlocutor a isso. Tive o orgulho de ser entrevistado por tal pessoa, além de grande admiração, o blog tem ótima qualidade. Deixo a vocês o link do "Born To Lose" com minha entrevista.

http://krlim.blogspot.com/2009/06/serie-entre-vistas-com-rogerio-saraiva_15.html

terça-feira, 26 de maio de 2009

Piscar Sapiens



Não compensa
trabalhar todos

os dias
se para isso
além do corpo
vende-se à alma

Alma é um corpo solitário
na imansidão do
inconsciente

onipresente

Um piscar de olhos
e temos 100 anos de vida

E quando lhe tomam,
arrancam um olhar
sua liberdade
foi roubada
e
não é fácil

resgatar

Sapiens demens
demens
Duas vezes
sábios
Duas vezes
dementes



Rogério Saraiva


segunda-feira, 13 de abril de 2009

Sinceridade - Uma escolha


Talvez poucas pessoas entendam que sinceridade é uma ideologia e não educação ou moralidade. Sou sincero porque leio Neruda, rio em Leminski e me fortaleço em José Martí. Sou sincero porque tenho ideais e não hesitaria em morrer por eles. Sou sincero porque o amor e a convicção do que sou é maior que qualquer opressão desse mundo. Lutar, amar e morrer, eis o significado de minha vida.


. . .
Rogério Saraiva

quinta-feira, 19 de março de 2009

Meus queridos amigos, poetas, filosofos, músicos, jornalistas, artistas, leitores, blogueiros de plantão, vou postar alguns dos blogs a qual estou lendo e admirando ultimamente. Não deixem de acessar!

Born to Lose - Carlos Inácio/Mestre em filosofia pela UFBA
http://krlim.blogspot.com/
.
Alta Intimidade - Samantha Abreu
http://samanthaabreu.blogspot.com/
.
Enten katsubatsu - Cássio Amaral
http://cassioamaral.blogspot.com/
.
Dany Morreale - Minha Alma
http://danymorreale.blogspot.com/
.
EraOdito - Marcelino Freire
http://eraodito.blogspot.com/
.
Leminskata - Estrela Leminski
http://leminiskata.blogspot.com/
.
Olhar Vira-Lara - Nelson GNZ
http://gnzviralata.blogspot.com/
.
.
.
.
Pulem nessa orgia literária!