terça-feira, 19 de fevereiro de 2008


deixo a janela aberta
pra chuva molhar o tapete

sob o chão esponjoso
em que estão os meus pés

barro, sangue

uma garrafa quebrada

whisky derramado

cigarro, lágrimas

lençol queimado


a janela aberta
meu corpo fechado
e a festa nem começou.


rogério saraiva & yara b.

11 comentários:

yara b . disse...

olha, que coisa mais legal!
talentosa essa yara b . que fez parceria contigo, né?

haha

Rogério Saraiva disse...

hahahaha
estou ficando famoso, viu?

yara b . disse...

euheuehuheuheuhe

essa yara ai que deve estar contente por ter o nome publicado em um outro blog e tal.

Lalo Oliveira disse...

Poxa, nem me convidaram pra festa! (y)

hahaha

Rogério Saraiva disse...

Lalo Yara, Yara Lalo.

yara b . disse...

prazer em lê-lo, lalo.

Anônimo disse...

bem escrito e articulado. construção de um poeta de primeira categoria e linha.

mano, do caralho. ducaralho. olha a lua!!!!!

abração.

p.s. tô enrolado com planos de aulas, duas escolas.... desculpe o meu silêncio.

Cássio Amaral.

HIGIENE Z disse...

E A FESTA NEM COMEÇOU!

yara b . disse...

não sou maria preguiçosa... só tô sem pc faz uma semana, baby.
tá, okays, confesso: também estou sem inspiração. blé!

see ya!

Anônimo disse...

Gostei da fotografia,além do poema,é claro!Bela combinaçao!

eugenia. disse...

Gostei da fotografia,além do poema,é claro!Bela combinaçao!