sábado, 27 de outubro de 2007

fronteira


no interminável sabor de seus lábios, o cheiro do seu corpo entranhado e minha parte mais íntima, mente. ando a te procurar em todos os lugares, a cada passo à certeza de estar mais afundo em seu território.



Rogério Saraiva

7 comentários:

SAMANTHA ABREU disse...

Olha só!
a mudança de nuance poética nas tuas entrelinhas, nos teus versos...
esse é um estilo quer gosto, sabes disso.

Está de Parabéns!

beijos!

Johnnatan disse...

nuuuu


muito bonito!

Anônimo disse...

... semeando dentro do seu corpo, cego... límpido de qualquer fruto que não seja amor...

Nathiéle disse...

... semeando dentro do seu corpo, cego... límpido de qualquer fruto que não seja amor...

www.lustatotenterrara.com disse...

Roger...

Sempre surpreendendo:

Perspicácia...

Audácia...

Atitude!

Um abraço,
Lustato.

(obs.: meu e-mail mudou):
agora é:
lus-tato@hotmail.com


Veja também meus blogs no LiveJournal:

http://lustato.livejournal.com

http://tenterrara.livejournal.com

http://community.livejournal.com/BrasilT_Poesias

Outro abraço.
Lustato.
The. 11.11.2007 17:45 LT

eladesign disse...

o bom da vida é que a gente tropeça em frases belas com essa...
bela, intensa e com cheiro de vontade.


muito bom sempre.

pri (ela)

Pritty disse...

Noosa....
Estou sem folego...
Simplemene lindo ...
Pena você estar tão longe!!!!!
Eu gostaria eouvir esse e outros aopé do ouvido !!!