segunda-feira, 6 de julho de 2009

cvcbpgc

esse jeito moleca

de menina doce

verão do pecado

brisa forte do

mar do frio

em noite estrela-

da. Mata-me,

com este sorriso

belo velho e

o novo que me

deixa envergonhado.




Rogério Saraiva

11 comentários:

Deh Garcia disse...

sobre o título... letras aleatórias ou palavras escondidas?

Rogério Saraiva disse...

Palavras escondidas.

Neida Frizzo disse...

repleto de ideais revolucionários se rende ao sorriso da doce menina...

Priscila disse...

Caí na rede, adorei!!!

Jair disse...

Gostei ao falar dela!!! Ela é assim mesmo!!! Mas é uma menina que esconde uma ...!!!

Anônimo disse...

O menino moleque tão sincero escondendo palavras atrás do poema?

Laila Braga disse...

Ora, ora... Eis que o nobre guerreiro resolve dizer algo...

Lalo Oliveira disse...

Ser assassinado com um sorriso à queima-roupa é uma boa.

Samantha Abreu disse...

chega a passar uma certa... ingenuidade.
Raro isso hoje. Ou se faz poesia niilista ou de agressividade gratuita.
Tu ficou parecendo um menino.

BeijO, poetamigo!

Tá no rolo disse...

Fantastico, adorei... como sempre esse cara mandando benzaço! parabéns!

Silvia Patricia disse...

Essa moça me lembra alguem...